Foto:Secretaria de Educação
14/08/2019 13:06
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO REALIZA "JORNATIVA FORMATIVA PARA OS PROFESSIONAIS DA EDUCAÇÃO DA REDE PÚBLICA"

Associada ao processo de melhoria da qualificação dos Profissionais da Educação, a Secretaria Municipal de Educação em parceria com; Prefeitura Municipal de Nova Canaã, Cefapro de Alta Floresta, Secretaria de Saúde, Corpo de Bombeiros de Colíder realizou nos dias 25 e 26 de julho na Câmara Municipal de Vereadores “Granville Fernandes de Alencar”, a 1ª Jornada Formativa para 130 Profissionais em Educação contemplando: (Técnico Administrativo Educacional “Secretários Escolares”, Apoio Administrativo Educacional, “Limpeza”, “Nutrição”, “Vigilância Escolar” e “Motoristas”).

Estiveram presentes na abertura do evento representantes das entidades: Secretaria Municipal de Educação - Joana Lázara Garcia Martins Machado; Secretaria Municipal de Saúde - Jaime Aragão; Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - Manoel Anaiquix Vieira Morais; SINTEP-Subsede de Nova Canaã - Cristina Ribeiro; SINSPUNC de Nova Canaã - Andreia Gonçalves Scheel; Assessoria Pedagógica - Maria Aparecida de Andrade; Presidente da Câmara Municipal de Vereadores - Valdinei Serafim de Brito; Prefeito Municipal – Rubens Roberto Rosa. CEFAPRO – Nilceia Frausino da Silva Pinto; Presidente do CME – Genize Luna de Carvalho.

Nesse sentido, entende-se que a formação continuada dos trabalhadores da educação vem assumindo posição de destaque nos dias atuais no que tange às   políticas   públicas, o que tem proporcionado aos gestores educacionais promoverem a qualificação profissional através da Formação Continuada, tendo em vista que, o trabalho dos profissionais da educação necessita de condições adequadas para ser realizado com sucesso.

Dessa forma, é preciso garantir as condições de trabalho para os que estão em exercício na escola, tornando a profissão atrativa e valorizada, pois é de responsabilidade da União, do Estado e dos Municípios assegurar qualidade de vida, e condições básicas para os profissionais em seu local de trabalho.

A formação dos profissionais da educação através da Jornada Formativa de modo a atender às especificidades do exercício de suas atividades, bem como aos objetivos das diferentes etapas e modalidades da educação básica, contou com palestras, oficinas e debates acerca das atividades desenvolvidas no espaço escolar.

Palestras com:

Psicopedagoga e Formadora do CEFAPRO, Nilceia Frausino da Silva Pinto;

Especialista em Funcionários Públicos e Formadora do CEFAPRO, Rosimary da Luz;

Fisioterapeuta; Laura Thallytt Silva

Psicóloga; Sandy Thaise Monção Lima

Nutricionista, Ingrti Gesiele Souza

Enfermeiro, Marcelo Fassbinder

Equipe do Corpo de Bombeiros de Colíder, (CIBM) Sargento Favero e Soldado Granzoti

Ao término do Evento, a Secretária Municipal de Educação Joana Lazara Garcia Martins Machado afirma que este foi o primeiro evento voltado para a troca de experiência dos Profissionais, e que, diante dos novos desafios que a educação tem enfrentado somente as políticas públicas de formação e valorização profissional pode dar subsídios para que as práticas desses profissionais tenham reconhecimento a nível igualitário.

A mesma também reforçou que, “a preocupação com a qualidade da educação e a melhoria no ambiente de trabalho no município tem proporcionado diálogo constante com o gestor público e que, a valorização profissional tem sido uma das formas de valorizar os profissionais da educação deste município”, e “não posso deixar de agradecer a pessoa do Senhor Prefeito Rubens Roberto Rosa por não medir esforços para a realização do evento tão grandioso como foi este, bem como aos gestores escolares e Professores que tanto contribuíram na alimentação e organização do evento”, destaca a Secretária de Educação.

Para o Presidente do Conselho Municipal de Educação, ‘quando o profissional procura se atualizar e busca conhecimentos, entende a metodologia de seu trabalho e aprende a lidar com as situações adversas alicerçadas naquilo que ele põe em prática em seu local de trabalho muda sua visão de convivência em sociedade, permite que as informações chegam e isso é possibilitado pela formação continuada”.

O mesmo destaca ainda que essas responsabilidades estão explícitas nas legislações que tratam dos direitos trabalhistas e sociais e que, a valorização dos profissionais da educação escolar é garantida pela Constituição Federal (CF) de 1988, em seu art. 206, e que, o art. 214 estabelece o plano nacional de educação, garantindo em seu inciso IV a formação para o trabalho, bem como amparados pela Lei 12.796, de 04 de abril de 2013, introduz na LDB o artigo 62-A, pela qual define-se a formação inicial dos funcionários em Educação.

De acordo com Luz e Mello (2008, p. 4):

As formações contínuas, independentes das definições ou modalidades que a caracterizem, devem ser entendidas como um modo de reconstrução/reapropriação coletiva e solitária do saber, em que o sentido das experiências vividas torna-se mais claro para a consciência e a relação com o saber passa a ser mais importante que o próprio saber em si. Movimento que permite a consciência de sua condição de co-autor no processo de formação pessoal e profissional e com isso supere as barreiras que reforçam as resistências ao novo e motivem-se às propostas de formação. Mais que uma necessidade, a formação continuada representa uma oportunidade de recriação da prática, pela definição (sempre provisória e permanente) de objetivos, pela ampliação das aprendizagens individuais e coletivas e pela afirmação de ações que potencializam processos de mudança, latentes ou em curso.

Contextualizando o exposto acima, o art. 61 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), introduzido pela Lei nº 12.014, de 2009, reconheceu a categoria dos funcionários da educação como um dos três segmentos de profissionais que atuam nas escolas públicas, à luz da 21ª Área Profissional de Apoio Escolar, instituída pela Resolução CEB/CNE nº 5/2005. E compõe a luta pela valorização desses trabalhadores escolares, além da carreira e da profissionalização.

Redator: Genize Luna de Carvalho

Revisão e Colaboração: Luciene Fermiano de Souza Pessoa e Ivani Pereira de Moraes Carvalho

Texto/Fonte: Assessoria de Imprensa