História

A região teve intensa movimentação na época da ″Terceira Borracha de Mato Grosso″, que cumpriu uma história de penetração e trabalho sazonal e valor. A família Spinelli explorou seringais na região.
As primeiras movimentações com fins de colonização em Nova Canaã do Norte deram-se a partir de 1976. Através do caminho aberto um pouco antes, em 1972, por ocasião da integração da BR-163, pelo 9º BEC, Batalhão de Engenharia e Construção, dirigido pelo coronel José Meireles, notável militar, que mais tarde veio a ser prefeito da capital Mato-grossense.

O primeiro nome do lugar foi Gleba Nova Era, dado pela Imobiliária e Colonizadora Líder, sendo sócio principal o Sr. Raimundo Costa Filho, que é fundador da cidade de Colíder a 50 km de Nova Canaã do Norte.

O primeiro comerciante foi o Sr. Antônio Alves da Silva, conhecido por ″Antônio do Ponto″, e Maria Moreira da Silva a primeira moradora do lugar. Em seguida, vieram os Srs. João Lourenço Máximo e Osvaldo do Amaral, levantando construções onde, atualmente, encontra-se o centro urbano de Nova Canaã do Norte.

O padre Geraldo da Silva celebrou a primeira missa. A professora Maria Creuza dos Santos inaugurou a primeira escola, depois veio a Srª. Eva Dellatesta, que também lecionava na localidade. A escola foi ampliada mais tarde.

O primeiro hotel foi do Sr. José Noivelho, conhecido pelo apelido de ″Zé Novela″. A primeira farmácia foi do Sr. Sinoel e a primeira oficina mecânica foi de Álvaro Guarido. O primeiro dentista prático foi Damião, substituído mais tarde por Joel, também prático. Em 1979, o médico José Wilson iniciou atendimento à população.

A empresa colonizadora promoveu o loteamento dos terrenos na área rural e urbana, no entanto, não teve sucesso na administração da gleba. Não houve estruturação por parte da empresa povoadora na organização da colonização, ocasionando problemas de relacionamento dentro da empresa. Com o assassinato de um dos proprietários da firma colonizadora, Louro Silva Lima, o primeiro arranco povoador da gleba estagnou. Os problemas se avolumaram e a gleba ficou inadministrável, saindo o INCRA em socorro dos primeiros moradores, desapropriando legalmente os colonizadores, e assumindo o ônus da empreitada frustrada. Com a desapropriação legal foi criado o PAC — Projeto de Assentamento Canaã conforme decreto lei nº 109, de 26 de abril de 1982. O objetivo principal era promover a regularização fundiária de aproximadamente 3.540 famílias que residiam no Projeto.

Os primeiros moradores procuraram não se abater com os problemas fundiários e se preocuparam em crescer economicamente. O prêmio veio com a criação do distrito, através da lei nº 4.396, de 23/11/1981. Em 1982, foi criado o Cartório de Paz, sendo nomeado primeiro tabelião o Sr. Jair Borges Monteiro, e o primeiro Juiz de Paz foi o Sr. Nelson Guerreiro, antigo corretor de imóveis.
A descoberta de ouro na região deslocou verdadeira leva de aventureiros para o lugar, muita gente nova foi chegando, trazendo consigo intenso movimento ao comércio local.

A lei estadual nº. 4.997, de 13 de maio de 1986, criou o município.

O nome ″Nova Canaã″ foi sugerido pelo então Bispo de Sinop, D. Henrique Froehlich, que quis com esta iniciativa dar a idéia de que ali era a ″Terra Prometida′ aos que vinham a se instalar na região, trazendo sonhos, coragem e muita esperança no futuro.

Em 1993, a lei estadual nº. 6.386, de 28/12/93, introduziu alterações e redefiniu os limites territoriais do município de Nova Canaã do Norte, reduzindo em aproximadamente 50% sua área territorial, que atualmente é de 4.950,64 km2.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Nova Canaã (ex-povoado), pela lei estadual nº 4396, de 23-11-1981, subordinado ao município de Colíder.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1983, o distrito de Nova Canaã figura no município de Colíder.
Elevado à categoria de município com a denominação Nova Canaã do Norte, pela lei estadual nº 4997, de 13-05-1986, desmembrado dos municípios de Colíder e Diamantino. Sede no atual distrito de

Nova Canaã do Norte (ex-Nova Canaã). Constituído do distrito sede. Instalado em 31-12-1986.

Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído do distrito sede. 

Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído de 2 distritos: Nova Canaã do Norte e Colorado do Norte.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 3 distritos: Nova Canaã do Norte, Colorado do Norte e Ouro Branco.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Alteração toponímica distrital 
Nova Canaã para Nova Canaã do Norte, alterado pela lei estadual nº 4997, de 13-05-1986.